A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu hoje (6) 14 marcas de tinta para tatuagem por falta de registro no país. De acordo com resolução publicada no Diário Oficial da União, a orientação da agência é que as vigilâncias sanitárias dos estados e municípios apreendam e inutilizem as unidades encontradas no mercado.tatuagem_tintas_1426

Confira a lista completa:

  1. Eternal Ink;
  2. Suprema Collors;
  3. Solid Ink;
  4. Drawing Ink 700;
  5. Extrema Magic Collors;
  6. Master Ink;
  7. Kuro Sumi;
  8. Murano;
  9. Kactus;
  10. Kokkai Sumi Ink;
  11. Infinity Tattoo Ink;
  12. Korrai Sumi Ink;
  13. Bowery Ink.

Outra medida também publicada hoje no Diário Oficial da União visa a impedir o uso da tinta Indian Ink em tatuagens. De acordo com a Anvisa, o produto tem registro, mas o próprio rótulo traz a informação que a tinta não deve ser utilizada para este fim. Neste caso, a orientação é que as vigilâncias sanitárias apreendam o produto quando ele for encontrado em estúdios e feiras de tatuagem.

A Anvisa já havia suspendido a marca de tinta para tatuagem Supreme, fabricada por Tseva Indústria e Comércio, em janeiro passado, após receber uma denúncia do Ministério Público do estado de São Paulo.

A pigmentação artificial permanente para pele, incluindo as tintas de tatuagem, é regulamentada pela Anvisa por meio da Resolução da Diretoria Colegiada de número 55 publicada em 2008, a RDC 55/2008. No país, há três marcas de tintas regulares para tatuagem: a Starbrite Colors, a Electric Ink e a Irons Work.

Fonte: EBC

VEJA TAMBÉM: