Na manhã desta quinta-feira, 14, a secretária do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Lucia Dellagnelo, recebeu o diretor no Brasil do banco alemão Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW), Carsten Sandhop. No encontro, foi discutida a possibilidade de financiamento para o saneamento em Santa Catarina. “Apresentamos o diagnóstico do Estado, além do projeto de soluções inovadoras para o saneamento em pequenos municípios de até 17 mil habitantes”, declarou Lucia.logo sc

Segundo a secretária da SDS, a meta é que, em quatro anos, a cobertura do saneamento em Santa Catarina seja ampliada para 70%. “Esta reunião foi importante para conhecer a experiência do KfW em parcerias com outros Estados, como Ceará e Piauí”, afirmou.

O grupo KfW é controlado em 80% pela República Federal da Alemanha e em 20% pelos seus Estados federados. Foi fundado em 1948, com o objetivo de financiar projetos de reconstrução da economia alemã no pós-guerra. Hoje, atua com sociedades voltadas principalmente para atividades relacionadas ao meio ambiente e mudanças climáticas. Em 2012, 40% do volume de financiamento foi direcionado para esta área. Em Santa Catarina, o banco alemão tem acordo com a Eletrosul.

Participaram também da reunião o presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Valter Gallina, e os diretores da SDS de Saneamento e Meio Ambiente, Luiz Antônio Garcia Corrêa; de Recursos Hídricos, Edison Pereira de Lima; e de Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável, Daniel Casarin Ribeiro.

Fonte: Governo do Estado de Santa Catarina 

VEJA TAMBÉM: